Polêmica da co-autoria em livros infantis

A imagem vale tanto quanto as palavras

Acho que, assim como eu, você gosta de cinema, desenho animado, talvez teatro e, com certeza, histórias em quadrinhos.

Há algo que une essas linguagens totalmente díspares: a imagem (a fotografia, no cinema; o traço, no desenho animado e nos quadrinhos; e o gesto, no teatro). A imagem comunica muito: ela é específica, você vê e entende. Para ler um texto, você precisa ser alfabetizado, para ler uma imagem, basta olhar para ela.

Mesmo assim, vez ou outra não se dá o merecido valor a linguagem visual. Foi publicada uma nota na coluna “Gente Boa”, do caderno de cultura de O Globo, questionando a co-autoria do ilustrador nos livros infantis.

Desmerecer a linguagem visual é atitude no mínimo míope.

1 Comment

  1. Marcelo
    19 de junho de 2009

    Concordo contigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *