Cintiq papel digital

Meus olhos estão ardendo. Não estou acostumado a trabalhar com um monitor de lcd a 15 cm dos olhos. Mas acho que óculos novos e alguns ajustes de resolução podem resolver esse problema. Sim, a Cintiq chegou.

Esse é um dos primeiros desenhos que fiz nela para testar. Usei o Autodesk SketchBook Pro. Para fazer os rascunhos já vi que ela é boa, resolve bem.

Depois tentei usar o Photoshop, mas sem grande sucesso. Para trabalhar com imagens em 300 dpi a Cintiq ficou pequena, não gostei do resultado dos traços, do jeito de trabalhar (ter que usar 200% no mínimo para ter um controle melhor das linhas). Fiquei um bastante frustrado com isso.

Meu amigo Rafael Fernandes indicou o Open Canvas, um programa japonês similar ao Photoshop, mas mais voltado a quem desenha e pinta digitalmente. O resultado ficou melhor, mais orgânico, talvez o caminho seja esse.

Vetor! A solução seria usar vetor, porque com vetor você pode desenhar em qualquer tamanho e mesmo assim não tem problema na hora da impressão. Achei alguns tutoriais sobre como usar o Ilustrator e cheguei a um resultado um pouco melhor.

Hoje fiz alguns testes com o Mangá Stúdio Ex. Ele tem uma ferramenta que me simula muito bem um pincel e pode trabalhar com vetor também (fico devendo a imagem do desenho que fiz).

Tirando a dor nos olhos, acho que o uso da Cintiq tem futuro. Claro, se tudo der errado volto ao bom e velho papel. =)

2 Comments

  1. gabi
    30 de março de 2010

    trabalha com 1200 dpi, então, que já ajuda bastante (é a resolução do material com que eu trabalho)

  2. Leonardo Pascoal
    30 de março de 2010

    Pois é, vou tentar. Valeu, Gabi! =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *