Escrevendo

Tive que abrir um documento no bloco de notas. Cheguei à conclusão de que não dá para construir o roteiro inteiro confiando apenas na memória e nos rascunhos. Para compor o andamento das cenas e alguns diálogos é preciso escrever: porque é mais rápido e fácil pensar com texto. Mas criar, sobretudo personagens e o enredo principal, não vejo outra forma que não seja desenhando. A história está ficando, digamos, ruim. Talvez um pouco chata. Inocente? Amadora. Talvez. Não importa: minha meta é insistir, até que fique boa (ou que seja o “melhor que eu consigo fazer” — li isso em algum livro para pessoas desanimadas). “Para o alto e avante!”

3 Comments

  1. Raphael
    1 de dezembro de 2011

    Olá leonardo.
    se vc quiser fazer um roteiro um pouco mais extenso e contar com o lance das imagens, baixe o CELTX.
    eu já usei pra fazer alguns curtas pra faculdade e realmente é muito util.

    grande abraço!

  2. Leonardo Pascoal
    1 de dezembro de 2011

    Salve, Raphael! Gostei dos seus desenhos. Sobre o Celtx eu conheço, tenho instalado até. Mas tenho gostado mais de usar um bom e velho editor de texto. Deixa o processo menos formal e eu gosto disso. Por ser um roteiro para eu mesmo desenhar, acho até dispensável ter um texto bem formatadinho feito no Celtx. Mas, sem dúvida, é um ótimo programa. E o melhor: gratuito! =)

  3. Luciano
    23 de dezembro de 2011

    Olha só… o mesmo comentário que eu fiz lá no outro post já estava aqui… TSC TSC…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *