Ser pequeno também é ser grande

Fiquei quase 3 anos tentando fazer um álbum em quadrinhos. Começava e parava. Fazia o roteiro, estudos de personagens, desenhava algumas páginas e acabava abandonando o projeto.

Algumas vezes a desculpa era porque o desenho não estava bom, outras porque o roteiro estava ruim. Aos poucos, percebi que o real motivo era porque não tinha o tempo, a vontade e nem a energia necessária para fazer um bom livro em quadrinhos. No momento em que cheguei a essa conclusão, pensei que era a hora de aposentar meus pincéis.

Nesse período, fiquei algum tempo sem desenhar. Mas percebi que minha vontade de contar minhas histórias toscas persistia. Pra mim é muito gratificante brincar com os personanges, criar seus mundos, suas histórias. Vi que era necessário insistir. Mas agora fazendo quadrinhos de uma forma que fosse viável conciliar com meu tempo curto: fazendo tirinhas.

Acho que desistir de um projeto que não deu certo faz parte do jogo e não é vergonha pra ninguém. Mudar o foco também pode ser uma alternativa viável em momentos de crise. Ficar em cima do muro é que não leva a nada.  (o gif animado é do filme Napoleon Dynamite e veio daqui)

4 Comments

  1. Rafael
    29 de agosto de 2011

    Sempre achei que você se subestimasse. Mesmo que você nunca mais tente fazer as histórias que você já desejou fazer no passado, eu sempre vou esperar por elas, viu? 😀
    Ah, quase nunca deixo comentários mas sempre te leio. Não some não. 😉

  2. Leonardo Pascoal
    30 de agosto de 2011

    Valeu pelo comentário, Rafael! A rota pode mudar, mas o objetivo continua o mesmo. Volte sempre, man! =)

  3. Ana MSS
    2 de setembro de 2011

    Engraçado como, certas palavras, escritas ou pronunciadas chega a nós somente no momento em que estamos pensando sobre nossos “caminho”… por acaso acabei me deparando com teu blog…
    Posso dizer que ainda não vi suas tirinhas, mas tuas palavras me agradaram ^^…

    … Vou ver sua tirinhas *________*….

  4. Leonardo Pascoal
    5 de setembro de 2011

    Valeu pelo comentário, Ana MSS! E, boa sorte em seu caminho! =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *