Tiras curtas

Ou sou deveras limitado, ou minha mão tem vida própria. A tentativa de fazer uma HQ curta não vingou. No meio da primeira página travei. O desenho não estava funcionando. Após mais algumas tentativas, o roteiro se transmutou em uma pequena sequência em tiras. “Eu posso contar essa história no formato de tiras!” Talvez qualquer tipo de história possa ser contada nesse formato. Peguei um papel A4 e de forma mais natural e menos traumática os desenhos começaram a fluir. Realmente, acho que minha mão direita tem vida própria. E ela desenha só o que ela realmente quer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *