Como foi o Riocomicon

Foi muito bom ir ao Rio, ver e rever tanta gente (Gabriel Bá, Fábio Moon, Guilherme Kroll, Will, Elcerdo, Cadu, Caliman, Eloyr, Guazzelli, Tainan Rocha, Weberson Santiago, Fábio Lyra, Mário Cesar, Lobo, Raphael Salimena, Delfin, Marcos Marz, Mauricio Planel, Daniel Esteves, Estevão Ribeiro e outros tantos que nem consegui falar, por pura timidez, como sempre). Foi muito importante pra mim ver meus trabalhos expostos: muita gente viu, leu, comentou (foi interessante ficar de tocáia vendo a reação das pessoas). Para uma alguém como eu, com baixa auto-estima, é muito revigorante: volto renovado. Obrigado Elcerdo pela oportunidade.

Quadrinhos independentes

Fábio Zimbres: “Não desprezo o mercado, mas não faço dos quadrinhos o meu ganha-pão. Trabalho como designer gráfico e gosto de ter a liberdade de poder fazer o que eu quero, como eu quero, no tempo que dá. Minha indepedência eu chamo de liberdade.” (Gibizada)