Resenha: ‘Deslocados por Wagner Cordeiro’

Por Wagner Cordeiro (5 de jan 24)


Antologia de quadrinhos é longe de ser unanimidade no gosto dos colecionadores, ainda mais se tratando de 23 histórias curtas, algumas delas de somente 1 página, de proposta quase capsular, em preto e branco muitas vezes chapados, em outras com tons de cinza, contribuindo para uma atmosfera sempre de melancolia, de pequenas parábolas acerca das idiossincrasias da vida, de desenho cartoonesco na linha intermediária entre o alternativo e o mainstream…

Isso não seria uma boa propaganda, mas é a verdade sobre uma das melhores HQ’s por mim lidas no ano de 2023.

Leonardo Pascoal desfila inteligência nas narrativas, na proposição de ângulos, quadros, diálogos, jogos de luz e sombra, ambientações, alegorias; e, por mais que sejam contos sucintos, não há sentimento de falta nos pontos de vista.

Nesta era de coachs vendendo ideais distorcidos de super-homens, talvez fazendo os ossos de Nietzsche se debaterem no caixão, o gibi parece focar na poesia da imperfeição humana. Impossível, ainda que com humor sutil, não se identificar com alguma situação, com algum personagem gerando um estranho desconforto íntimo misturado com consolo. Neste mundo onde todos tentam parecer descolados, você não está sozinho entre os “Deslocados”.

Na sequência de leitura certas influências são proeminentes, sendo um dos contos quase uma paráfrase de “Metamorfose” de Kafka, porém com uma abordagem bem pessoal, autoral. Ele começa ilustrando alguém preso em seu apartamento olhando pelo vidro da janela com um recordatório:
“Chove lá fora e os transeuntes tentam se proteger. (…)”

Com esta frase, e o delinear da crônica, eu não consigo evitar o paralelo também com “Me chama” do Lobão:
“Chove lá fora e aqui faz tanto frio…”

Em outra curta a citação final de um escritor é direta:
“Camus disse que não ser amado é falta de sorte, mas não amar é a própria infelicidade.”

Na filosofia Albert Camus é relacionado diretamente ao Absurdismo, a corrente mais niilista e pessimista do Existencialismo.
E no mesmo sofrimento da canção supracitada:
“(…)
Nem sempre se vê
Mágica no absurdo”

Leonardo, o nosso mágico, viu.

Fonte: https://www.instagram.com/reel/C1uzBmpPCIe/?utm_source=ig_web_copy_link&igsh=MzRlODBiNWFlZA==

Resenha: ‘Deslocados no Foradoplastico’

Por Foradoplastico (6 de nov 2023)

Vinte três narrativas breves, vários personagens e temas, mas há algo que os une. Esse “algo” está no título. Deslocados é um compilado das histórias publicadas por Leonardo Pascoal em seu site, todas protagonizadas por personagens que estão fora de ressonância com o mundo exterior, como aponta o próprio autor.

Algumas de apenas uma página, outras um pouco mais longas, as HQs aqui reunidas são, de certa maneira, uma espiadinha breve na vida de alguém, o famoso “slice of life”. Há o menino-peixe; um espelho que poderia ser um portal; a moça que tem literalmente pés de galinha; o restaurante misterioso e até algumas histórias sobre fazer quadrinhos. Todas com uma boa unidade narrativa, mesmo transitando entre gêneros e abordagens.

Leonardo se sobressai quando flerta com o realismo fantástico ou com os absurdos, como na história Pés de Galinha ou em Amiga do Rei. Elas têm o necessário para nos deixar intrigados. Já as tramas que propõem reflexões diretas parecem mais desinteressantes, e até óbvias. De qualquer forma, é preciso ter em vista que esses quadrinhos não foram produzidos para este álbum, mas sim ao longo do tempo, e isso mostra a coesão da produção do artista, apesar da variação no impacto das histórias.

A caracterização dos personagens é versátil. O estilo de Leonardo Pascoal logo nos convida à leitura, com traços caricatos e figuras curiosas. E mesmo com essa diversidade de personagens, a unidade também está no traço. É possível reconhecer as semelhanças físicas e até supor paralelos, como se todos eles habitassem o mesmo mundo “deslocado”.

Deslocados foi publicado pela Café Espacial e é a primeira obra impressa de Leonardo. Como é comum em compilados, o quadrinho tem pontos altos e baixos entre suas mais de vinte histórias. Mas o resultado como um todo nos deixa curiosos para ver mais desses personagens, desse estilo… ou melhor, para ver mais da bela capacidade do autor de pensar histórias.

Fonte: https://www.instagram.com/p/CzUdXEkv6un/?utm_source=ig_web_copy_link&igshid=MzRlODBiNWFlZA==

Resenha: ‘Deslocados no Umtrechoamais’

Por Umtrechoamais (02 de nov 2023)

Sinopse: Um rapaz que não sai de casa desde os 5 anos, um espelho misterioso que parece refletir outra dimensão e uma garota que possui, literalmente, pés de galinha. Essas são algumas das histórias exploradas por Leonardo Pascoal em Deslocados, seu primeiro álbum em quadrinhos. Adentre nesse mundo de realismo fantástico criado por uma mente observadora e inquieta. Em meio a narrativas kafkianas e inigualáveis, você vai encontrar histórias de pessoas comuns, tais quais eu e você, que vivenciam momentos decisivos, engraçados, reflexivos ou de horror, com visões e experiências insólitas.

Resenha: Preciso começar falando que foi uma verdadeira surpresa descobrir que essa HQ não tinha uma história única, mas uma coletânea de tirinhas/pequenos contos do autor que foram publicados ao longo dos anos e reunidos aqui num único e já posso dizer, maravilhosos volume. Ao logo de todas essas histórias nos deparamos com os mais diversos temas e alguns deles podem causa gatilho, como suicídio, então já deixo aqui avisado. A grande sacada do autor aqui é contar histórias nos quais é possível a gente se identificar, pois é impossível passar por todas essas histórias sem ter se visto em várias delas ou pelo menos em uma. Essas histórias foram feitas para mexer com a gente, pois nos fazem refletir sobre alguns temas, mas o autor também nos traz assuntos mais leves (bom, isso depende do ponto de vista de cada um). Quem nunca se arrependeu de ter feito algo; ter marcado um encontro no qual não queria ir ou ter desistido dele no meio do caminho; quem nunca preferiu um pote de sorvete a um rolezinho. Essa é uma daquelas HQs que nos mostram que as vezes se sentir um “peixe fora d`água” é mais comum do que imaginamos.

Fonte: https://www.instagram.com/p/CzJ_6HfPXKC/?utm_source=ig_web_copy_link

Como foi a Feira OGRA 2023

Obrigado a todos que colaram lá na Feira OGRA em São Paulo. O calor estava intenso e choveu, mas nem com isso os fãs de quadrinhos deixaram de prestigiar o evento.

Foi muito bom ter uma oportunidade para mostrar o Deslocados em São Paulo, juntamente com as mais recentes revistas Café Espacial e os Minilivros.rt da Renata Torres.

Também foi muito especial rever os amigos e também fazer novos!

Aos paulistas que não conseguiram ir, fica a dica de que deixei alguns exemplares lá na Ugra. Então dá um pulo lá para conhecer!

É provável que este seja o último evento que irei em 2023, o foco agora é no roteiro do próximo quadrinho que vou desenhar.

Mas com certeza no próximo ano estarei presente em outras feiras e eventos. Pois vale muito a pena esse contato com as pessoas que curtem e fazem quadrinhos.

Só espero escolher melhor o hotel da próxima vez. Porque ficamos praticamente num cativeiro. 🙂

Resenha: ‘Deslocados por Evertonhq’

Por Evertonhq (09 de out 2023)

Deslocados é um quadrinho que compila várias histórias curtas, onde vamos conhecer personagens com suas peculiaridades que os tornam “diferentes” vistos pela sociedade.

Cada história vai te trazer um sentimento, alegria que te dá aquele sorriso de canto de boca, revolta, tristeza, mas em todas elas vai surgir uma reflexão em cima da história, seja de forma objetiva ou de forma abstrata com o uso de metáforas.

A arte do Leonardo é lindíssima, onde cada personagem tem sua identidade visual e sempre com um estilo cartoonizado. Me lembrando muito a arte do Scott Pilgrim.

Fiquei muito feliz do Leonardo me procurar para divulgar o seu quadrinho, já tinha ouvido falar do seu projeto e já estava interessado em ler e depois de ler posso dizer que não me arrependo em nada.

Um ótimo quadrinho e que vale muito a leitura.

Fonte: https://www.instagram.com/p/CytARy-L4H6/?utm_source=ig_web_copy_link&igshid=MzRlODBiNWFlZA==

Vou estar na Feira OGRA em SP

Alô pessoal de São Paulo! Vou participar da feira OGRA promovida pela Ugra Press no final deste mês de outubro!

Vou estar vendendo e autografando o Deslocados, meu primeiro álbum em quadrinhos publicado pelo Selo Cafe Espacial. Na mesa também vai ter outras publicações do Selo Café Espacial (Aymará do Laudo Ferreira e edições da Café), algumas raridades como a Isto não é uma revista de terror, além de alguns minilivros da Renata Torres. Só coisa fina! 🙂

A OGRA está em sua segunda edição e acontecerá na Galeria Ouro Velho, na Rua Augusta, 1371, no dia 29/10/2023 das 11h às 19h. Anota na agenda e aparece lá para trocar uma ideia e conhecer muito quadrinho dahora!

Ah! Outra coisa antes que eu me esqueça: tem saído algumas resenhas bem legais sobre o Deslocados. Estou colocando elas numa sessão nova no site chamada imprensa.

Pra quem conseguir ir na OGRA, até lá! E para todo mundo uma ótima semana! 🙂

Resenha: ‘Deslocados no HQPages’

Por HQPages (16 de out 2023)

Bora falar de quadrinho?

Então gurizada querida deixa eu te mostrar um quadrinho que com certeza tem você? Tem sua história ali dentro, confia em mim que tem!

Então vem comigo e mergulha na fascinante jornada da HQ independente Deslocados.

Tava acompanhando várias resenhas e como a gente se identifica com a história, a gente até sente vontade de falar o que sentiu para a galera!

E nesse roteiro não poderia deixar de falar sobre a @deacatlover que resumiu perfeitamente muita coisa que senti lendo Deslocados!

Esta obra proporciona profundas reflexões, levando os leitores a repensar suas próprias vidas e se identificar com os desafios do sentimento de deslocamento, seja nas relações pessoais, no trabalho ou no mundo em geral. Quem nunca se sentiu desconectado em algum momento, não é mesmo?

A ansiedade e outros monstros são abordados com sensibilidade e inteligência, tornando cada história uma experiência única.

Então? Sigam a @deacatlover e pode ir sem medo nessa! Vem se juntar aos deslocados vem!

Fonte: https://www.instagram.com/reel/CydQI5VOuY6/?utm_source=ig_web_copy_link&igshid=MzRlODBiNWFlZA==

Mais um pouco sobre as HQs que compõe ‘Deslocados’

Os desenhos abaixo são da história ‘Pés de Galinha’. Esse quadrinho nasceu de um micro conto que escrevi a partir da expressão popular para designar marcas de expressão próximas aos olhos. Minha ideia era usar o termo de forma literal: e se alguém de fato tivesse pés de galinha?

Quando vou desenhar a partir de um roteiro que escrevi inicialmente como texto, levo algum tempo para desenvolver o visual desses personagens e deste mundo da história. Eu preciso encontrar “a cara” do personagem. Quando descubro seu visual, é como se o personagem de fato ganhasse vida.

Gosto bastante dessas personagens, tanto que elas aparecem com algum destaque na capa e na quarta capa do livro. E, quem sabe, algum dia volto a desenhá-las em outras histórias?

‘Deslocados’ é meu primeiro álbum em quadrinhos e já está a venda diretamente comigo aqui.

Resenha: ‘Deslocados no HQ além dos balões’

Por HQ além dos balões (09 de out 2023)

No programa de hoje comento sobre a obra “Deslocados” do Leonardo Pascoal, editada pelo selo Café Espacial. Uma coletânea de suas histórias publicadas em seu site inteligível.com. São variados temas, com narrativas que nos levam a reflexões sobre os sentimentos de nossa vida, nosso amadurecimento e tentativa (ou não) de nos encontrarmos nesse mundo. Utilizando um traço limpo e que ao longo do tempo vai definindo seu estilo, são 23 histórias em P&B, em 96 páginas com capa cartonada colorida. Divulgo também o “IV Festival de Artes Ciberpajelanças” que acontecerá de 24 a 26 de novembro no Ruptura Espaço Cultural em Goiânia. Organizado por Edgar Franco e o Cria_Ciber, com atividades paralelas: I Prêmio Nacional Ciberpajelanças de Fanzines e Artezines e a III Expozine – Exposição Internacional de Fanzines. Contará com premiações e homenagens.

Fonte: https://youtu.be/527UEbJejco?si=1nbZrQa1AbHfT_jH

Desenhos no caderno (speed drawing)

Alguns desenhos de possíveis personagens para a história que estou escrevendo. São rascunhos soltos usando alguma imagem de referência.

Estou há algum tempo escrevendo uma história que será um pouco mais longa do que as que estou acostumado a desenhar. Tenho os pontos importantes do roteiro delineados, mas estou escrevendo e rascunhando os caminhos que levam a esses pontos.

E é legal deixar se levar por esses caminhos, e chegar a outros lugares não previstos.

Hoje tive uma ideia para uma cena que me empolgou pelas possibilidades. E gostaria muito de compartilhar isso, porém, seria um grande spoiler da história. E isso é muito angustiante, porque acho que essa cena vai estar lá pela página 40 da HQ. E sei que vou demorar um bom tempo desenhando até chegar a esta cena e poder de fato mostrar para as pessoas.

Faz parte.

Bom, por hora é isso. Um grande abraço a todos!

O desenho completo: