Eventos e sobre definir metas

Coloquei na barra lateral uma agenda com as datas das minhas participações em eventos e feiras de quadrinhos. Tenho presença confirmada em pelo menos 3 que irão acontecer agora no segundo semestre de 2024 (JundComics, HQ Fest Indaiatuba e Gibi SP Festival).

Acho importante estar presente nesses espaços, como forma de mostrar o trabalho e de certa forma formar um público. Embora meu foco neste ano não tem sido os eventos, e sim a produção.

E falando da produção: estou sentindo a necessidade de produzir mais em menos tempo.

Esta semana experimentei estabelecer uma meta diária a ser alcançada. Uma meta forte, de forma a criar uma pressão interna que me obriga a sentar na mesa e só desenhar.

Percebi que minha mente é muito hábil em desviar o foco. Uma meta clara me ajudou a manter o foco. Quero continuar fazendo isso, dobrando a aposta e seguir nesse ritmo.

Tenho trabalhado numa história curta. (Os quadrinhos abaixo são dessa história que estou terminando. Ainda não sei quando vou postar ela aqui no site se ela for aprovada para entrar numa revista, vou manter ela inédita aqui até o lançamento da revista).

Percebi que estava levando muito tempo para desenhar essa história curta. Mais que o normal. Quando defini um prazo e uma quantidade de trabalho a ser feito por dia, o processo mudou completamente.

Também percebi que estabelecer um cronograma a ser cumprido acaba nos obrigando a sair da zona de conforto. Nos estimulando a sermos criativos nas maneiras como lidamos com o tempo dedicado aos nossos projetos artísticos.

E você? Consegue trabalhar bem definindo metas?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *